A #kimahera nas redes sociais

Fica a par do que se passa nas redes sociais da Kimahera:

Instagram

 
 
View this post on Instagram

A Kimahera faz hoje 14 anos e decidimos recuperar um texto de 2007 que conta como tudo começou... Obrigado por continuarem connosco e Parabéns a nós! #MinhaBelaKimahera Tudo começou com um micro daqueles que se usam para falar através da Internet e um simples software de gravação. À medida que o tempo passava e as ideias se iam acumulando embrulhadas em vontade, os euros que entravam de alguns trabalhos permitiram começar a comprar material. Em 2005 o tema "Se amanhã" acaba por sair vencedor no concurso Alcatel REC#2 e tudo muda. "Ok, consegui isto, mas sinto que posso conseguir muito mais!". Continuei a juntar o possível, li muita informação sobre gravações e fui comprando mais material para poder melhorar a qualidade dos meus trabalhos caseiros. No verão desse mesmo ano, quando as coisas estavam ligadas e a funcionar, o Dezman aparece-me com um projecto para gravar – Atmosfera Hostil. Com a experiência das gravações que tínhamos vindo a fazer numa sala emprestada na Secundária de Silves (118!) somada às aventuras caseiras, lá conseguimos dar uso ao material e chegar ao resultado que foi esse álbum. As coisas correram bem e graças à qualidade do trabalho do Dezman e dos restantes membros de Evolusom, o nome Kimahera apareceu! ...Uma homenagem, um agradecimento, uma filosofia... "Kimahera" foi durante anos a cara virtual de uma das pessoas que mais vezes subscreveu as boas memórias que trago. Fez para mim todo o sentido que fosse esse o nome a usar para um projecto ao qual dediquei tantos anos. AMOR, é o que esse nome representa; Amor pelas pessoas que para nós são importantes, Amor pela música, Amor pela arte. Apareceram mais pessoas com vontade de se juntar a este projecto, a família expandiu-se e puderam enfiar Carapuças ao sabor de uma Variedade Sonora. Decidi dar o passo seguinte e começar com as edições. Dentro das grandes limitações em termos de orçamento as coisas foram sendo feitas com calma e conseguiu-se! Está aí o Duelo Mental e é apenas o início... As nossas metas alargaram-se e sim, muita coisa mudou, mas brilho no olhar do rapaz que gravava no "micro da net" mantém-se e multiplica-se por todos aqueles que hoje formam a KIMAHERA. Pedro Pinto

A post shared by Kimahera (@kimahera) on

 

Twitter