Dezman - Um Novo Dia

Stream/download: https://digital.kimahera.pt/umnovodia
Follow: https://kimahera.pt/dezman
https://soundcloud.com/dezzitico
https://instagram.com/dezzitico
https://twitter.com/dezzitico
https://facebook.com/dezzitico

Música e letra: Dezman
Captação, mistura e masterização: Dezman

Assente numa premissa de mudança, "Um Novo Dia" é uma reflexão feita da perspetiva daqueles cuja vida lhes foi tirada injustamente.
Descortinar a origem do problema é o primeiro passo para a resolução do mesmo.
É urgente olharmos para dentro e refletir sobre o caminho que tomamos.

Dezman, um storyteller tocado pelo dom da palavra, utiliza a ironia, a sátira e a crítica social para transmitir o que sente, partilhando a sua visão homónima da realidade que experiencia ou aquela que não lhe é indiferente. Assim o fez em "Atmosfera Hostil", depois em "Bairrismundo", em "Shaolin Caixaguense" e assim o faz no seu mais recente projeto "Nerdossoma".
Tais características fazem da sua música uma simbiose perfeita de diferentes géneros, influências e estilos, tornando Dezman um artista visionário, um poeta... Em suma, um génio da sua era.

Letra:

Hoje acordei p'ra um novo dia
Mas não sabia que seria a última vez que respiraria
Essa justiça sem a justiça que merecia
Levou-me p'ro outro lado sem saber se eu queria
Eu tinha sonhos mas não vivi para cumpri-los
E onde eu estou não há ninguém que queira ouvi-los
Serei mais um numa pilha de arquivos
Ou a excepção à regra p'ra que outros fiquem vivos
É hora da mudança chega de insegurança
Esta dança só se dança se dançarmos a mesma dança
Fechar os olhos e ver com o coração
Sem arco-íris a fazer a ligação
Isto é uma guerra milenar sem sentido
Aprender a amar o próximo não devia ser um castigo
Tanta maldade nasceu do quê? (ahn?)
O mundo acaba e ninguém encontra o porquê
Eu já nem sei se existe uma solução
Talvez começar do zero pois eu não vejo salvação
P'ros seres que herdaram esta Terra
Onde flores ainda nascem no meio da merda
Mudo eu? Mudas tu? Ninguém mudou
Aponto eu? Apontas tu? Quem nunca apontou?
Há pinturas que não se apagam mesmo que o tempo coma a tinta
Pintemos um quadro novo em vez de pintar por cima

E quando eu for
A minha alma fica sempre
No coração da minha gente
Isso não podem nos tirar
E quando eu for
A minha alma fica sempre
No coração da minha gente
Isso não podem nos tirar

E quando eu for
E quando eu for

Hoje acordei p'ra um novo dia
Mas não sabia que seria a última vez que respiraria

Não sabia que seria a última vez que respiraria
 

Artistas Relacionados

Dezman Dezman

Booking:

Mauro Cunha
[email protected]